Mandaguari

Coligação de Jovino obtém liminar proibindo divulgação de pesquisa

A Coligação Mandaguari em 1º Lugar, do candidato a prefeito Marcos Jovino (PSD), conseguiu liminar proibindo a divulgação da pesquisa PR-01084/2020 de intenção de voto para Mandaguari. Na ação, a coligação alega que a pesquisa descumpre condições impostas pela resolução TSE nº 23600/2019 tais como vícios no plano amostral utilizado; divergência entre ponderação da renda familiar com dados oficiais do IBGE e utilização de dados desatualizados. 

O juiz eleitoral Max Paskin concedeu a liminar nesta manhã de segunda-feira (26), e a pesquisa foi removida do PesqEle Público (sistema de registros da Justiça Eleitoral) por volta de 11h20, horas após a divulgação inicial. 

REMOÇÃO - Após a pesquisa ser removida do PesqEle, o Portal Agora retirou do ar a publicação que fez com os números do levantamento. A postagem foi feita às 7h51, horário em que o levantamento ainda constava no sistema da Justiça Eleitoral. 

EMPRESA VAI RECORRER – A reportagem entrou em contato com a Colectta Consultoria em Estatística e Dados LTDA, empresa que fez a pesquisa a pedido da Coligação A Força que Nasce do Povo, da candidata Ivonéia Furtado (Cidadania). Em nota, a Colectta afirmou que vai recorrer da decisão e que a pesquisa foi feita de forma regular.