Variedades

Motorista sente fedor no carro e acha jiboia morta na volta de férias do Paraná

Jiboia rodou 650 km de Kaloré (PR) a Itupeva (SP) no motor do carro.

O produtor de comédia stand up comedy Thyago Rihayem sentiu um forte cheiro de podre vindo do carro, mas jamais imaginou que o motivo seria uma jiboia morta dentro do motor. O caso ocorreu em Itupeva, interior de São Paulo, após o dono do carro voltar de viagem de férias com a família de Kaloré, no Norte do Paraná.

A jiboia de 2,3 metros foi encontrada no motor do Renault Sandero de Thyago sábado (4), dois dias depois de ele voltar de viagem. Inicialmente, Thyago achou que o fedor fosse do lixo. Mas percebeu que o odor era mesmo do carro e a cada hora ficava mais forte.

Quando viu sangue escorrendo do motor do carro, o produtor ficou assustado. A princípio, ele achou que fosse um gato morto. Mas quando abriu o motor, deu de cara com a jiboia em estado de putrefação. “O cheiro só ficava pior. E além dos sangue, começou a juntar moscas”, relata o dono do carro. 

Thyago tentou tirar o animal do motor, mas não coseguiu. Teve de acionar o Corpo de Bombeiros para retirar os restos da cobra de 2,3 metros. “Ficamos assustados a princípio, mas depois tentamos tirar a cobra, mas não conseguimos”, diz Thyago. 

Thyago acredita que a jiboia entrou no carro enquanto eles estavam na fazenda dos parentes em Kaloré. O animal rodou 650 km de Kaloré a Itupeva com eles no carro. “Acho que morreu devido ao calor do dia e do motor”, comenta. Ele também destaca que caso a jiboia não tivesse ficado presa, poderia até ter entrado na casa de sua família ou dentro do carro com ele em movimento, o que era seu maior medo.

“Ficamos com dó, na verdade não queria que ela tivesse vindo, mas morreu, foi uma pena”, conclui Thyago.